Ementa do dia segunda-feira

Sopa de Feijão Verde2,60
Filetes de Pescada c/ Arroz de Legumes10,00

Entidade promotora
Pompeu dos Frangos Sociedade Hoteleira Lda
Designação do projecto
ADAPTAR PME
Objectivo principal
OT 3 - Reforçar a Competitividade das PME

Sobre o Pompeu

O Restaurante Pompeu dos Frangos teve o seu início nos anos cinquenta em Bustos,uma pequena aldeia do concelho de Oliveira do Bairro. Em 1963 mudou para as instalações de uma antiga Mala-Posta, então designada como Estação-de-Muda da Ponte da Pedra. A antiga Estação-de-Muda estava localizada no lugar que veio a assumir o seu nome: Malaposta.

A traça, bem como as referências históricas do edifício, foram preservadas e até valorizadas pelo primitivo proprietário, Pompeu Simões Aires, a grande alma do Pompeu dos Frangos, tal qual o conhecemos hoje.

Com uma ementa tradicional bem Portuguesa, oferece aos seus Clientes algumas especialidades, como o Arroz de Miúdos de Cabidela, a Costeleta de Novilho e o famoso Franguinho de Churrasco, muito provavelmente o melhor do País. De salientar que o Pompeu dos Frangos é o pioneiro em Portugal do Franguinho de Churrasco.

Amanhã

Vinho da casa

POMPEU V.Casa Tinto 1/23.30
POMPEU Cocheiro V Casa Branco4.80
POMPEU Cocheiro V.Casa Br 1/23.00
POMPEU V Casa Res. Branco5.20
POMPEU Cocheiro V Casa Tto Frisante4.60

Espumantes

RIBEIRO D'ALMEIDA Baga Bruto13.50
Ribeiro d'Almeida Bairrada Bruto8.00
PGA Espumante Bruto13.50
São João Qta Poço Lobo Baga Bruto15.00
São João Luis Costa pinot noir-chardonnai32.00
S.Joao Bairrada Reserva Bruto11.50
S.Joao Qta Poço Lobo Arinto-Chardonnay14.00
Montanha A.Henriques Bruto11.40
Montanha Real Bruto Reserva23.00
Messias Bruto9.00

MALA-POSTA

Em 1835, após a vitória definitiva do Liberalismo, foi projectada uma nova ligação por estrada entre as duas principais cidades do reino. Apesar de as obras avançarem com alguma regularidade e de a Ponte Pêncil, na Ribeira do Porto, ter sido aberta ao trânsito em 7 de Janeiro de 1843, foi necessário aguardar pela segunda metade do século XIX para que a nova estrada Lisboa-Porto fosse realidade. Outro dos objectivos era o estabelecimento de um serviço de transporte regular de correio e, obviamente , de passageiros, então vulgarmente conhecido por Mala-Posta.

Com a estrada Lisboa-Porto finalmente transitável, inicia-se, em 1855, a carreira da Mala-Posta entre Lisboa e o Porto, a única cuja exploração proporcionou, de facto, resultados proveitosos do ponto de vista económico. Com o Estado a encarregar-se do reatamento da exploração da carreira, inaugurouse, em 21 de Maio de 1855, o novo serviço da Mala-Posta, entre o Carregado e Coimbra. A partir de 1857, ultimam-se as obras do troço da estrada entre Coimbra e Porto e, em 1859, a Mala-Posta passa a servir também a Cidade Invicta, mais propriamente o Alto da Bandeira, em Vila Nova de Gaia, estação "terminus" da carreira.

A viagem era efectuada de uma forma ininterrupta, descontando as paragens nas 23 "estações de muda", para troca de cavalos, descanso do pessoal e tomada de quatro refeições (ceia nas Caldas da Rainha, almoço em Leiria, Jantar em Coimbra e ceia em Oliveira de Azemeis). Para vencer os cerca de 300 Km entre Lisboa e o Porto, demorava 34 horas, sendo a velocidade média de 8,8 Km/hora. A memória das diligências e da malaposta foi preservada e pode admirar-se nos painéis de azulejo da Fábrica do Outeiro de Águeda, existentes no restaurante "Pompeu dos Frangos", onde em tempos ficava a 16ª "estação de muda", no lugar de Malaposta, concelho de Anadia.

Aguardente Velha

Adega Velha Agte Velha14.00
Ag. S. Domingos Velhissima6.00
Ag. Antiqua5.00
Ag. Velha C.R.F.4.50
Arcos do Rei3.50

Contatos

Telefone:

Fixo: 231 512 653

Fax: 231 511 340

Email:

Contacto: pompeu@pompeu.pt

Morada:

Malaposta

Anadia

Valores em €uros, iva incluído à taxa em vigor. - Estas tabelas podem ser alteradas sem aviso prévio.